Como pedir demissão e entregar a carta de demissão



Veja para quem e como pedir demissão. Negocie a data da saída e saiba como e quando entregar a carta de demissão.

Pedindo demissãoA carta de demissão deve ser feita a mão e entregue no Departamento de Recursos Humanos (RH) da empresa.

Antes de entregar a carta de demissão, o empregado deve comunicar verbalmente a sua decisão para o chefe imediato, a fim de evitar descontentamentos por falta de um comunicado prévio.

É bom ressaltar que no pedido de demissão não é hora de “tirar a limpo” questões pessoais. Apenas deve ser dito que o motivo para a saída é uma mudança de emprego ou outro motivo particular qualquer.

Pedido de demissão no contrato de experiência

No caso de contrato de experiência, não há aviso prévio e, portanto, não há muitas razões para negociações sobre a data de saída.

Se o empregado sair antes do término do contrato (rescisão antecipada do contrato de experiência), pode entregar a carta de demissão no dia da sua saída.

A empresa pode querer cobrar uma multa, correspondendo a 50% do que o empregado receberia da data da demissão até a data do final do contrato. Essa multa só é devida se a empresa comprovar que a saída antecipada causa prejuízos. No entanto, a maioria das empresas cobra a multa e o empregado é que tem que procurar seus direitos na justiça.

Muitas vezes não é negócio sair antes do término do contrato de experiência, pois além de pagar a multa, o empregado não pode retirar o FGTS.

Para obter um modelo de rescisão do contrato de experiência, acesse Modelo carta rescisão do contrato de experiência.

Se o empregado sair ao término do contrato, pode entregar a carta de término de contrato alguns dias antes, para que a empresa se prepare para a sua saída. Mas, se achar que o ambiente na empresa pode ser afetado com a comunicação da sua saída, pode entregar a carta no dia do término do contrato.

É sempre bom lembrar que a contagem do tempo do contrato de experiência é em dias corridos e não em meses.

Para obter um modelo de término do contrato de experiência, acesse Modelo carta término do contrato de experiência.

Pedido de demissão no contrato por prazo indeterminado

Por lei, o empregado que pede demissão tem que trabalhar mais 30 dias, a partir da data do aviso da demissão, a título de aviso prévio.

Se o empregado que pede demissão já tem outro emprego em vista, ou até mesmo já acertado, possivelmente vai querer reduzir o tempo do aviso prévio. Dependendo da empresa, é o chefe imediato que sinaliza ao RH quando o empregado pode ser liberado. Por isso, todo o processo da demissão deve ser feito de forma amistosa e cooperativa, para que a rescisão do contrato não cause maiores problemas para a empresa e para que o empregado, no caso de já ter outro emprego em vista, seja liberado o mais rápido possível.

A solicitação da dispensa do cumprimento do aviso prévio deve ser feita na carta de demissão.

Para obter modelos de pedido de demissão, acesse Modelos de carta de pedido de demissão.

Você viu nesse artigo como e para quem fazer o pedido de demissão. Viu a necessidade de negociar a data da saída e soube quando entregar a carta de demissão.

Prazos para Pagamento das Verbas Rescisórias

Conheça os prazos para pagamento das verbas rescisórias quando o funcionário pede demissão, lendo o artigo “Prazos para pagamento da rescisão do contrato de trabalho”.

Direitos de Quem Pede Demissão

Conheça os direitos de quem pede demissão, lendo Direitos no pedido de demissão.

Download de Modelos de Currículo

Para baixar modelos de currículo, acesse Modelos de Curriculum-vitae – Baixe modelos de currículo grátis.

Vagas de Emprego

Para obter vagas de emprego CLT e PJ da sua cidade, acesse Vagas de emprego CLT e PJ.

Se você gostou dessas informações, cadastre seu e-mail e receba as novas publicações do Emprego & Negócio.

Preencha seu e-mail:

Para concluir seu cadastramento, faça a confirmação no e-mail que será enviado a você.

Conheça a política de privacidade do assinante

Compartilhe com seus amigos

Clique aqui e selecione cursos online para seu desenvolvimento pessoal e profissional

Clique Abaixo e Conheça os Cursos Online mais Procurados

Curso de Departamento Pessoal
Curso de Marketing Pessoal
Curso de Escrita e Redação
Curso de Word e Excel
Curso de Chefia e Liderança
Curso de Administração Contábil e Financeira
Curso Aprenda a Falar em Público
Curso de Propaganda e Marketing
Curso de Webmaster
Curso de Telemarketing

Artigos relacionados:

15 comentários para Como pedir demissão e entregar a carta de demissão


Comentários encerrados.

  1. Isabel

    Boa tarde, obrigada pela resposta, eu tinha recebido dois contracheques(com 30 dias) de Dez-2013 e Jan-2014, sendo que eu tinha saído de ferias de 20-Dez-13 ate 20-Jan-14 e meu chefe falou que é normal (receber contracheque com 30 dias de Dez e Jan)porque as ferias são coletivas. e o pagamento das ferias já estão incluso nesses contracheques, eu li que o contracheque de ferias e diferente e tem um valor a mais, então esta certo que eles não me deram contracheque de ferias e falem que o pagamento já está dentro dos contracheques de Dez-13 e Jan-14?? Obrigada

    • Emprego & Negócio

      Isabel,

      Dois dias antes de sair de férias, o empregado tem que receber o salário de férias com mais 1/3 de férias.

      Um abraço.

  2. Isabel

    Boa noite, queria me orientem sobre pagamento das ferias. Começei a trabalhar el 18-03-13, mais sai de ferias desde 20-Dez-13 ate 20-Jan-14, eu recebi dois contracheques um de dezembro(30 dias laborados) e outro de Janeiro(30 dias laborados) mais solo pagaram o de Janeiro, eu perguntei sobre o pagamento de Dezembro-2013, e eles dizeram que não foi pago porque eu sai no meio do mês de Dezembro e voltei só o 20 de Janeiro. Alem disso ainda não recebi o 13 salario. Como teria que ser meu pagamento de Dez-13 e Jan-14? espero me possam orientar Obrigada.

    • Emprego & Negócio

      Isabel,

      Tem que ver se o período de férias que foi assinado, corresponde ao que aconteceu de fato. Se sim, você tinha que receber o salário de dezembro, com desconto de 10 dias de férias, e o salário de janeiro com desconto de 20 dias de férias.
      O décimo terceiro teria que ter sido pago até dezembro.

      Um abraço.

  3. Simone

    Boa tarde,

    Tenho menos de 1 ano de trabalho e pedi demissão no dia 22/01. Ao comparecer à empresa para pegar o meu termo de rescisão, o RH me deu um documento chamado “Acordo Extrajudicial” no qual especifica os valores de créditos e débitos. Este documento não deveria ser uma Termo oficial de rescisão de contrato de trabalho de acordo com as novas regras?
    Como eles não pagaram o meu 13 do ano passado, estão me pagando agora, assim como o FGTS. Assim, gostaria de saber se tenho direito a alguma multa indenizatória pelo atraso.
    Além disso, eles pagarão os valores devidos e 2 parcelas sendo: 26/03 e 26/04/14 para os valores rescisórios e 26/05 e 26/05 para o depósito na CEF do FGTS. Gostaria de saber se isso está correto ou se tenho direito de receber estes valores num tempo menor e a vista.
    Grata!!

    • Emprego & Negócio

      Simone,

      O 13º do ano passado eles já teriam que ter pago.
      As verbas rescisórias devem ser pagas em uma única vez, 10 dias corridos após o pedido de demissão, ou no primeiro dia útil, apos o termino do aviso prévio, se esse for trabalhado.
      Eles estão querendo é fazer um acordo, extrajudicial, com você , para parcelar o que devem.

      Um abraço.

  4. Nádia Regina Sousa

    Olá, pedi contas em 3/9/13, fiz a carta e não fui mais, sem cumprir aviso prévio, ainda ñ houve acertos de contas, homologação, não assinei nem recebi nenhum documento, termo de rescisão do contrato de trabalho … Até hoje recebi apenas como pagamento o salário referente ao mês de agosto e juros das férias por volta de R$ 550,00, detalhe que trabalhei 1 ano e 1 mês e não gozei das férias, não recebi juros do 13°, procurei o sindicato dos comerciários e os mesmos enviaram um oficio solicitando a presença dos responsáveis pela empresa, que recusaram-se em ir, logo ninguém compareceu, alegaram que não faziam parte da categoria do comércio e faria o que o contador da empresa orientou em marcar a homologação no ministério do trabalho onde não há ninguém do sindicato p me orientar. A empresa de médio-grande porte trabalha com vendas me surpreendi com essa novidade em não ter ligação com o comércio, por que a empresa trabalha com serviços terceirizados e na minha carteira possui as contribuições para o sindicato da classe, mas não diz o nome do sindicato, é assinada como Demonstradora e não encontrei nenhuma categoria que se encaixasse no meu perfil. Enfim, descobri q estou grávida de 19 semanas há uns 10 dias, posso reaver algo, me ajudem por favor, como posso proceder? Muito obrigada.

    • Emprego & Negócio

      Nádia,

      Como foi você que pediu demissão, não pode pedir reintegração por estar grávida.
      Você pode é pressionar a empresa para fazer logo a homologação e lhe indicar o sindicato ao qual pertence.

      Um abraço.

  5. MAI

    boa,noite
    meu marido trabalha em uma empresa irregular,que atrasa o salarios dos funcionarios,alem de exigir trabalhos abusivos (quebrar poste na marreta),e que estão por demasia prejudicando a saude de meu esposo e as condições higienicas do local onde trabalha são precarias não havendo sanitarios para uso dos funcionarios desta seção.Meu marido sabe que o sindicato ao qual esta vinculado é que deveria fiscalizar esta situação precaria,contudo os rumores são de que a empresa suborna o sindicato ,de forma a favorecer o empregador.
    com base nestas condições meu esposo deseja saber se ha possibilidades de rescindir o contrato com ,a empresa de forma indireta,ou seria perda de tempo,ou se ha algum outro meio de rescindir o contrato com a empresa sem perder seus direitos trabalhiostas.
    desde ja agradeço sua resposta.

    • Emprego & Negócio

      Mai,

      Procure um advogado para a questão da rescisão indireta.

      Um abraço.

  6. Ferreira

    Boa tarde. Queria fazer uma pergunta e me respondam se poderem pois sei que não tem nada haver com os assuntos tratados aqui, fico grata se responderem.
    Trabalho de segunda a sexta e vou tirar férias no próximo mês (setembro), visto que o 1º do mês cai no sábado, devo contar o sábado e domingo como dias de férias ou devo contar que as minhas férias se iniciarão apenas no dia 3 que cai na segunda que seria o dia que eu iria trabalhar? obrigada!

    • Emprego & Negócio

      Ferreira,

      Você deve marcar o início das férias para o dia 03/09. Não se iniciam férias em finais-de semana, até porque você o domingo já é seu, como repouso remunerado da semana anterior.

      Um abraço.

      • Ferreira

        Obrigada, muito obrigada!!!

      • Ferreira

        Só mais uma dúvida… No caso eu retorno ao trabalho dia 02/10 ou 03/10? Agradeço desde já.

        • Emprego & Negócio

          Ferreira,

          Se as férias forem de 30 dias e começarem dia 03/09, elas terminam em 02/10. Você retorna em 03/10.

          Um abraço.